sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

De volta aos velhos tempos

E de repente você encontra velhos amigos, que continuam os mesmos, com a mesma alegria, com o mesmo espírito brincalhão, com a mesma vontade de conversar com você!
E aí, você se lembra da inocência de menina, da liberdade da amizade sem outros compromissos, de falar, falar, falar, falar, falar... rir até doer a barriga e no fim, ir embora, com a cabeça leve, o coração solto!
E aí, você lembra que pode - e deve - ser você. Simplesmente você! E isso não impede que seja amada e respeitada. Sim, porque ser você é respeitar a si mesma, é amar a si própria.
Então, ganhei uma mensagem bem bonita. E, já que é pra dar saudades, consertar, vamos virar a página? Vamos parar de apagar os erros e tentar começar sem eles novamente? Que tal? Gosto dessa idéia!!!!
Deixo a mensagem que gostei muito!
Deixo junto um desejo de que cada um recupere em si o que um dia deixou pra trás, que perdeu sem querer, sem perceber. E que você seja sempre você, que se ame, se cuide, se respeite, como você sempre foi e não como alguém te moldou!


Caderno (Pe. Fábio de Melo)

Eu não sei se você se recorda do seu primeiro caderno, eu me recordo do meu.
Com ele eu aprendi muita coisa, foi nele que eu descobri que a experiência dos erros 
Ela é tão importante quanto às experiências dos acertos
Porque vistos de um jeito certo, os erros, 
Eles nos preparam para nossas vitórias e conquistas futuras
Porque não há aprendizado na vida que não passe pelas experiências dos erros

O caderno é uma metáfora da vida,
Quando os erros cometidos eram demais, eu me recordo, 
Que a nossa professora nos sugeria que a gente virasse a página.
Era um jeito interessante de descobrir a graça que há nos recomeços.

Ao virar a página, os erros cometidos deixavam de nos incomodar e a partir deles, 
A gente seguia um pouco mais crescido.

O caderno nos ensina que erros não precisam ser fontes de castigos. 
Erros podem ser fontes de virtudes!
Na vida é a mesma coisa, o erro tem que estar à serviço do aprendizado; 
Ele não tem que ser fonte de culpas e vergonhas.
Nenhum ser humano pode ser verdadeiramente grande 
sem que seja capaz de reconhecer os erros que cometeu na vida.

Uma coisa é a gente se arrepender do que fez! Outra coisa é a gente se sentir culpado. 
Culpas nos paralisam. Arrependimentos não!
Eles nos lançam pra frente, nos ajudam a corrigir os erros cometidos. 

Deus é semelhante ao caderno. 
Ele nos permite os erros pra que a gente aprenda a fazer do jeito certo.

Você tem errado muito?
Não importa, aceite de Deus essa nova página de vida que tem nome de hoje! 
Recorde-se das lições do seu primeiro caderno.
Quando os erros são demais, vire a página!

Um comentário:

  1. ola querida ! meu blog esta com um projeto UNHA FEITA e precisa de doação de esmaltes , estou sem voluntario vc sabe de alquem ? bom as doaçoes serão postadas nas pautas e as possiveis doadoras serão indicadas com seus respectivos links banner redes sociais , serra uma forma minha de agradecimento a coleboração e ajudinha . aqui esta meu link sobre o progeto http://chikddue.blogspot.com/2011/03/projeto-unha-feita.html ... Adoação serra bem vinda aceito qualquer tipo de esmalte desde antigos e usados .. beijinhos agradeço atenção .Caso saiba de alquem e queira emtrar em contato é cris.layzinha@hotmail.com

    ResponderExcluir